Guerra e Silêncio

 08.06.2017

Por Prosper Dinganga

Esquecida pelas mídias, a população da república Democrática do Congo, na África, vive os piores momentos da sua história.

Em quase vinte anos do conflito mais de 6 milhões de mortos. Esse conflito é um dos mais violentos, depois da Segunda Guerra Mundial.

As armas usadas são também os abusos sistemáticos contra as mulheres, que são organizados para as rebeliões do Rwanda, Uganda e Burundi, mas também as Forças armadas do governo – FARDC (Forças Armadas República Democrática do Congo).

Existe um projeto de balcanização lenta do Congo através de uma política KO. Um estado forte democrático que controla as riqueza do país e que decide os preços de seus minérios no mercado. Isso é o que não desejam as grandes multinacionais e outros países poderosos. Nós temos os exemplos do ouro, gás, petróleo, urânio, coltan… O coltan é um mineiro muito importante na fabricação dos compostos electrónico que achamos nos celulares, televisores, computadores, armas, mísseis…

O coltan se encontra em maior quantidade na África, especialmente na República Democrática do Congo. Na região dos KIVUs, há 80% da reserva mundial. O coltan está hoje no centro da guerra no Congo. Relatório de 2001, dos especialistas do Conselho de Segurança das Organizações Nações Unidas (ONU), denunciou grandes quantidades de extração ilegal do minério para as multinacionais, pelas forças armadas de países como Rwanda, Uganda, Burundi e também do Congo.

 Várias multinacionais europeias são a base da desflorestação do país com cumplicidade das forças armadas e da população, mais uma vez vítima (lembrando que o Congo é a segunda reserva mundial florestal, depois da Amazônia).

O Congo também é vitima de vários conflitos políticos.  Nós vivemos uma ditadura, sob um governo muito repressivo que não aceita manifestação e não existe liberdade de expressão.

 Há 15 anos no poder, o presidente atual Kabila chegou ao poder após o assassinato do seu pai Nzee Laurent Kabila, em 2001. O país passa sua pior situação política e econômica…